Riscos na melhor idade

Por

Riscos na melhor idade

A importância da segurança na melhor idade.

Graças aos avanços da medicina, desde a última década, tudo o que eu pensava sobre a terceira idade, ou, melhor idade, como muitos preferem chamar, foi sendo modificado, e, felizmente, para melhor.

Apesar de todos os avanços, e da qualidade de vida da pessoa acima dos 60 anos ter se desenvolvido constantemente, não podemos deixar algumas precauções de lado.
Para tal, levar sempre em consideração alguns cuidados para a segurança dos idosos, é fazer com que eles possuam uma vida de qualidade, a ser aproveitada ao máximo.

Cuidados básicos em casa

Com o passar dos anos, querendo ou não, nossos reflexos vão diminuindo, e, ao chegar na terceira idade, coisas simples como escadas e soleiras, podem passar despercebidas, causando acidentes e machucados graves.

Casal de idosos idosos felizes usando máscara médica para proteger de coronavírus no parque de verão Foto Premium

Vale lembrar que a recuperação de um idoso, após uma queda, é bem mais lenta do que a de um jovem. Logo, indico os seguintes procedimentos: colocar sinalizações onde há degraus, como fitas de LED, por exemplo ; instalar corrimões ao lado de escadas e rampas também pode auxiliar, e muito, na prevenção de acidentes dentro de casa.

Veja outros artigos que podem te ajudar:

Não descuide da saúde

A realização de exames de rotina sempre deve estar presente na nossa vida, independente da idade, e deve ser ainda mais frequente , quando a terceira idade chega.

É importante destacar que, muitas das vezes, algo pode parecer imperceptível aos olhos nus, e somente exames e cuidados rotineiros conseguem nos mostrar o momento em que algo está insatisfatório no nosso organismo.

Inclusive, faz-se necessário lembrar que a prevenção é sempre a melhor escolha. E, caso alguma doença seja encontrada no início, o tratamento será bem menos ofensivo ao corpo do idoso, as possibilidades de cura muito maiores e a qualidade de vida dele não será tão afetada.

Estimule a prática de exercícios

Outro ponto que sempre deve ser levado em consideração, não importando a idade em que estejamos, são os exercícios físicos , os quais precisam ser estimulados constantemente.
Visto que, praticar atividades físicas auxilia no bom funcionamento do corpo e da mente, fortalece músculos e melhora a qualidade de vida.

Ressalta-se que, para essa prática, é importante o acompanhamento de um profissional, principalmente por estarmos falando de idosos, o risco de lesões se multiplica.

Além disso, atentar para detalhes, como o uso de tênis antiderrapante, joelheiras, e até mesmo capacetes, dependendo do exercício, podem auxiliar muitíssimo na proteção, caso ocorra algum acidente, queda por exemplo.

Apoio psicológico

Com o passar dos anos, cada pessoa carrega consigo sua bagagem de experiências, boas e ruins, e, para alguns idosos , é difícil lidar com certas situações, como por exemplo: perda de companheiro (a), parente muito próximo, etc.

Em momentos como esse, um acompanhamento psicológico se faz necessário, pois poderá evitar muitas questões desagradáveis , como a depressão, mostrar que a vida irá continuar e que a dor passará .

Atenção é essencial

Receber um carinho e uma atenção especial da família , produz uma diferença inimaginável na vida de um idoso . Muitas vezes, ele pode até pensar que se tornou um incômodo, um fardo para sua família, portanto, fazer com que se sinta acolhido e querido por todos , é algo importantíssimo!

Deixe que ele conte suas histórias de vida, desabafe, compartilhe experiências . Além de você aprender muito com isso, faz com que ele se sinta útil e seguro , inclusive, é a oportunidade de estreitar os laços da família para com ele.

Aproveite e compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário