Primeiros socorros – Acidentes com animais peçonhentos e venenosos

Por

Primeiros socorros – Acidentes com animais peçonhentos e venenosos

Para começar, é importante que se façam alguns esclarecimentos  sobre os animais peçonhentos e os venenosos. peçonhentos são os que injetam toxinas nas suas vítimas por meio das presas ou ferrões. Venenosos são aqueles provocam envenenamento por ingestão ou contato, como as lagartas ou taturanas, os sapos e peixes, como o baiacu, por exemplo.

Como já dito acima, tanto animais peçonhentos quanto venenosos utilizam substâncias que provocam efeitos fisiológicos danosos ao sistema nervoso mesmo que em pequenas quantidades, normalmente para se defenderem

Estes acidentes, acontecem especialmente em casas com quintais e que ficam próximos às áreas rurais ou cidades onde há muita mata. Particularmente nas residências, a falta de corte da vegetação inservível, de grama ou eliminação de concentração de entulhos podem favorecer o aparecimento destes indesejáveis répteis.

Por isso, você certamente vai querer saber quais são as melhores dicas para evitar a presença desses animais tão indesejáveis, certo? Vamos direto ao que interessa. 

Informações importantes

É importante que se façam alguns esclarecimentos  sobre os animais peçonhentos e os venenosos. peçonhentos são os que injetam toxinas nas suas vítimas por meio das presas ou ferrões. Venenosos são aqueles provocam envenenamento por ingestão ou contato, como as lagartas ou taturanas, os sapos e peixes, como o baiacu, por exemplo.

Os animais peçonhentos e os venenosos utilizam substâncias que provocam efeitos fisiológicos danosos ao sistema nervoso mesmo que em pequenas quantidades, normalmente como ação de defesa. É bem possível que estes animais ao atacar o faça por estarem tão assustados quanto sua vítima e age desta forma por puro instinto.

Mas como você deve se proteger?

  • Use sapatos e roupas resistentes que cubram as pernas.
  • Sempre verifique suas roupas antes de colocá-las em lugares alheios à sua casa.
  • Nunca coloque as mãos atrás de armários, debaixo de camas, em cantos escuros ou vasos profundos sem inspeção visual.
  • Use sapatos altos e resistentes ao caminhar na grama alta.
  • Fique firme. As cobras, na maioria dos casos, fogem, mesmo antes de você as descobrir. Certamente a cobra estará tão assustada quanto você.
  • Se você se deparar com o animal, mantenha a calma. Não se aproxime e afaste-se calmamente.
  • Se você for mordido, cumpra as regras vitais de primeiros socorros.
  • Se for o caso e necessário tocar em algum animal supostamente mortos, faça-o apenas com um pau na certeza de estar a uma distância segura, pois os reflexos e instinto de defesa podem provocar o ataque.

 Saiba o que fazer se seu filho levou uma mordida de um animal na rua

Primeiros socorros nos casos de acidentes com animais peçonhentos

Nem toda mordida leva a sintomas de envenenamento. Nas chamadas “mordidas de defesa”, o animal muitas vezes não secreta veneno no tecido. No entanto, você deve primeiro considerar cada mordida como um envenenamento com riscos de complicações.

A ação mais importante: leve a vítima ou dirija-se ao hospital mais próximo o mais rápido possível após uma picada de cobra. Para não economizar tempo, limite as medidas de primeiros socorros ao mínimo necessário.

  • O mais rápido possível, acione o socorro médico, 192 ou 193 ou leva a vítima o mais rápido possível para o hospital mais próximo
  • Acalme a vítima. Saiba que se a vítima estiver agitada e movimentar-se muito, as contrações musculares fazem com que o veneno se espalhe mais rápido no corpo. Por exemplo, coloque um braço em uma tipoia ou eleve a perna quando ela for afetada.
  • Atenção: Não use tipoia.
  • Nunca corte, chupe ou aperte o local da mordida. Você não deve resfriá-los intensivamente ou esfregá-los com desinfetantes ou qualquer outra substância.
  • Retire anéis, pulseiras e similares pois pode haver inchaço caso a mordida tenha sido nos membros superiores.
  • Se necessário, acalme a vítima com sedativos leves.
  • Transporte a pessoa em repouso, deitada.
  • Mantenha a vítima o mais imóvel possível com o membro afetado mais elevada que o restante do corpo e retire qualquer adereço ou acessório que possa impedir ou dificultar a circulação.
  • Se possível, coloque compressas de água fria ou bolsa térmica. Isso ajudará no alívio da dor.
  • Se ocorrerem sintomas como choque ou paralisia, coloque a parte superior do corpo da vítima no chão e coloque as pernas para cima.
  • Se a assistência médica não estiver disponível de imediato, pode dar água à vítima.
  • Certifique-se de que a cobra venenosa possa ser identificada para que a vítima possa receber um soro apropriado. Se necessário, tire uma foto para que você possa mostrá-la ao médico em caso de dúvida. 
  •  JAMAIS: sugar a área da picada, fazer torniquete, corte ou perfuração ao redor do ferimento e também não aplicar nada sobre o mesmo para não agravar o estado geral da vítima.

Escorpiões

Os escorpiões são noturnos e durante o dia eles se escondem debaixo de pedras, folhas ou na areia. A picada de escorpião é semelhante a uma picada de abelha, porém mais severa, podendo causar problemas cardiovasculares, sintomas nervosos, convulsão e delírio.

 Em caso de picadas, mediatamente procurar auxílio médico 192 ou 193 e se possível informar previamente ao  hospital que você chegará com uma vítima de mordida de escorpião. Não subestime a picada por ser de um animal pequeno. O que fazer:

  • Proteja o local da ferroada com um pano limpo
  • Aplique compressa de gelo ou bolsa térmica fria para aliviar a dor
  • Se a vítima apresentar dor intensa, o que é comum nestes casos, poderá ser fornecido um analgésico comum como paracetamol ou dipirona.

Picadas de cobras

A cobra mordida de uma cobra mortal se providências não forem tomadas de imediato. Caso ocorra siga o que é indicado abaixo:

  • Entre em contato com os serviços de emergência imediatamente, mesmo se houver for apenas “suspeita” de uma picada.
  • Acomode a vítima e especialmente garanta que a mesma se movimente o menos possível.
  • Buscar atendimento médico, 192 ou 193, imediatamente.

Algumas precauções a serem tomadas:

  • Evitar andar em grama alta
  • Usar roupas com tecidos mais grossos como calça jeans, por exemplo.
  • Usar calçados de canos altos
  • Não deixar lixo ou entulhos acumulados nas proximidades da sua casa
  • Evitar deixar alimentos que atraiam roedores.

Picadas de insetos

Picadas de insetos (vespa, abelha, etc.) são mais dolorosas que perigosas. No entanto, eles podem causar uma reação alérgica séria podendo ser fatal. 

  • Raspar cuidadosamente com um cartão de banco ou uma faca de manteiga a área da ferroada. Não use pinças ou qualquer outro objeto que possa piorar a situação.
  • Desinfetar a ferida lavando com água fria e sabão.
  • Aplicar gelo protegendo a pele com papel de cozinha para reduzir o inchaço e aliviar a dor.
  • Entrar em contato com os serviços de emergência, 192 ou 193, em caso de reação alérgica  como por exemplo dor severa, dificuldade para respirar, taquicardia, inchaço, sensação de desconforto, etc.

Se a pessoa afetada for você, chame a pessoa mais próxima e relate o que houve e procure manter a calma e fazer poucos movimentos até a chegada da ajuda.

Conclusão

Em caso de dúvida, você deve sempre procurar aconselhamento preventivo com um médico, enfermeiro ou bombeiro por exemplo, para saber como evitar  estes tipos de acidentes. Caso você esteja em viagem ou em visitação fora de sua região, saiba que hotéis, operadores turísticos e postos de saúde tem listas de médicos e locais confiáveis. 

Fique atento para evitar acidentes com animais peçonhentos ou venenosos, pois sabemos que muitas vezes o inevitável acontece e pense que sua saúde deve estar acima de tudo e somente a prevenção evitará que o pior ocorra.

 

Deixe um comentário