fbpx

10 boas práticas de segurança na cozinha

Por

10 boas práticas de segurança na cozinha

Entender os perigos existentes na cozinha, pode ajudar você e sua família a evitar cortes, queimaduras ou mesmo uma intoxicação alimentar.

São registrados anualmente milhares de chamados para combater incêndios domésticos que ocorrem por vários motivos e muitas vezes são causados por descuido e maus hábitos que são suficientes causar estragos e perdas irreparáveis. Ao cozinhar, fazemos uso de facas afiadas, utensílios domésticos e nos expomos às chamas, produtos e alimentos com calor intenso e os acidentes são uma possibilidade de a acontecer. Este artigo é um manual de segurança na cozinha, com algumas dos principais cuidados na cozinha e também, boas práticas para evitar a ocorrência de acidentes.

Os Sete Ambientes Mais Perigosos da Sua Casa

Entender os perigos e tomar ações de prevenção, pode ajudar você e sua família a evitar cortes, queimaduras ou mesmo uma intoxicação alimentar. Aqui estão algumas situações e ações de prevenção para colocar em prática na sua cozinha.

1- Use sapatos

Já deixou cair uma faca? Imagine isso atingindo o seu pé. Ai! Usar sapatos enquanto prepara algo na cozinha é muito recomendado. Os sapatos não só protegerão de um objeto afiado que caia, mas também o protegerão de outras situações de riscos na cozinha, como vidro quebrado, água quente ou derramamentos de óleo.

2- Aprenda a apagar um fogo

A cozinha é o cômodo da nossa casa, mais perigoso e propenso para ocorrência de fogo. Cozinhar, é a principal atividade doméstica que causa incêndios e lesões que ocorrem em nossas casas. Infelizmente não é um hábito no Brasil o hábito de ter um extintor em sua cozinha e saber como e quando usá-lo. Leva apenas alguns segundos para que uma chama controlada saia do controle.

Como evitar incêndios e o que fazer quando houver focos de fogo em casa?

Podemos entender por fogo, a existência de chama na sua forma controlada e incêndio quando este atinge proporções descontroladas capazes de causar queimaduras leves e até fatais ou destruição.

É importantíssimo ter pelo menos conhecimento básico sobre os diferentes tipos de incêndios. No e-Book O guia para prevenção de acidentes em casa: Prevenção de incêndios domésticos, o leitor vai aprender tudo que precisa para evitar e combater princípios de incêndios na sua casa garantindo a segurança da sua família e a preservação do seu patrimônio.

Conhecer as características dos produtos que podem pegar fogo em uma cozinha e saber a forma correta de eliminar um princípio de incêndio vai fazer toda a diferença para a segurança da sua família.

3- Aprenda a usar facas

É muito importante saber que uma faca cega (mal afiada) pode ser mais perigosa do que uma afiada. Ao saber usar da forma correta, o leitor vai saber como evitar corte na cozinha. A explicação é simples, facas e utensílios domésticos cegos exigem mais esforço durante o uso ou perdem sua finalidade e utilidade. Uma solução simples é usar um amolador de para mantê-los afiados.

Importante também, é escolher a “ferramenta” adequada para evitar riscos nas cozinhas domésticas a exemplo dos cuidados que geralmente são tomados na cozinha industrial. Em outras palavras, usar um cutelo de carne para fatiar morangos não é a melhor ideia. Lembrar, que utensílios domésticos cortantes deve ser mantidos longe do alcance de crianças, idosos que precisam de acompanhamento ou portadores de necessidades especiais.

4- Use roupas seguras

Mangas longas e largas na cozinha não são recomendadas. Imagine sua roupa pegando fogo devido à chama do fogão a gás? As consequências podem ser trágicas. Vista sempre roupas com mangas curtas ou fechadas, ou sem mangas que funcionam muito melhor.

E mais, evite usar qualquer vestimenta inflamável ou sintética que quando em contato com o fogo podem derreter em sua pele.

5- Evite queimaduras

Garanta que as alças das panelas estejam voltadas para trás e para dentro do seu fogão. Se não ocupar todas as bocas, dê preferência pelas bocas de trás. Será mais seguro para evitam que alguém esbarre ou uma criança curiosa puxe o cabo e a comida caia e queime alguém, não é mesmo?

Utilize luvas ou pegadores térmicos ao manusear alimentos que preparados no fogão (convencional, elétricos ou de convecção), fornos (convencionais, micro-ondas ou elétricos) ou na churrasqueira. Não use panos de prato molhados já que eles não vão impedir o calor de queimar suas mãos.

6- Lave as mãos, sempre

Qualquer pessoa com bom senso pensaria que isso é óbvio, mas muitos esquecem. Lembre-se! Lavar as mãos com água antes e depois de cozinhar, evitará uma intoxicação alimentar. Esta simples prática faz parte das regras de segurança na cozinha.

Utilize toalhas de papel para secar suas mãos, principalmente no preparo carnes cruas ou bebidas frias. Isso pode causar intoxicação alimentar devido ao fato do pano de prato estar contaminado.

Certifique-se de limpar todas as superfícies onde trabalhou no preparo dos alimentos, se forem superfícies porosas (como tábuas), pias onde carnes cruas ou sucos possam ter entrado em contato.

7- Manuseio de recipientes

Muita atenção ao levantar uma simples tampa de panela, pois a condensação pode escorrer e atingir sua mão, por exemplo, e esta condensação escaldante pode escorrer, causando queimaduras. Muita atenção ao mexer o que está sendo preparado para que respingos não atinjam seu corpo.

Você não quer se queimar e sim saborear seu alimento, não é verdade? E lembre-se que ao preparar alimentos no fogão ou forno, crianças devem ser mantidas afastadas. Principalmente no forno, afinal, o calor não é visível.

8- Muito cuidado com recipientes de vidro

Uma das características do vidro, é que ele se expande quando é aquecido e se retrai com quando é resfriado, o que causa estresse. Siga as cinco dicas abaixo para garantir a durabilidade e a segurança ao fazer uso recipientes de vidro refratário:

  • No caso de refratário com tampa, esta deve ser do mesmo material, ou seja, refratária. Ocorre algumas vezes, das tampas serem de plástico e se for o caso, retire-a antes levar ao forno já que plásticos não suportam altas temperaturas.
  • Mesmo que os refratários suportem altas temperaturas, ele não resiste a choques térmicos. Sendo assim, não devem ser retirados do forno quente e colocado sobre uma superfície fria, a pia de pedra ou no freezer, por exemplo. Ou mesmo retire do freezer, levando para o forno pré-aquecido ou diretamente para o micro-ondas. O choque térmico poderá quebrar o seu refratário. Além do prejuízo e do desperdício de comida, pode provocar cortes.
  • Mesmo os refratários sendo resistentes ao calor, não podem ser colocados diretamente na chama do fogão, pois ele vai trincar.
  • Na lavagem, utilizar o lado macio da esponja e dê preferência para detergentes neutros evitando. Evite também as esponjas abrasivas como as de palha de aço e os saponáceos abrasivos. Produtos de limpeza com alto teor de soda também são altamente contraindicados. Estes cuidados básicos evitam pequenos arranhões que, com o uso ao longo do tempo, deixam o vidro fosco e frágil.
  • Evite utilizar facas ou garfos. Prefira os de silicone, plástico ou madeira.

Seguindo estes cinco cuidados, o seu refratário estará sempre bonito e resistente por muitos tempo, e te acompanhará nas diversas receitas diferentes que você pode preparar. Agora você já sabe como cuidar do seu refratário para que ele seja mais durável e seguro, é só colocar em práticas as dicas que aprender neste artigo.

9- Utensílios metálicos em panelas de Teflon

Evite usar utensílios domésticos que possam danificar o revestimento de teflon antiaderente existente nas panelas antiaderentes. A descamação poderá misturar compostos tóxicos à sua comida. Use sempre utensílios de madeira, silicone ou de plástico. Sempre.

10- Tábua de corte para carne crua, frutas e legumes

Quem não quer evitar lavar louça extra? Utilizar a tábua de corte que foi usada para carnes, frutas e legumes é o caminho mais curto para deixar toda sua família doente com uma intoxicação por salmonela. O correto é que use duas tábuas de corte: uma para carne crua, aves e frutos do mar, e outra para frutas e vegetais frescos.

Opte pelas “tábuas” de vidro e após cada uso, limpe antes do próximo preparo. Evite problemas de higiene e com a sua saúde e da sua amada família.

As boas práticas aqui apresentadas, independente de ser um preparo rápido ou uma refeição completa na sua casa, deve ser vistas como regras de segurança de um restaurante, que respeitadas as proporções é a mesma coisa.

Gostou destas informações e acha que mais pessoas precisam saber disso, compartilhe com elas. Aproveite e nos siga nas redes sociais, basta procurar por prevenir em casa.

Deixe um comentário