Acidentes domésticos sempre foram uma ocorrência comum. Não importa a origem, condição social ou tamanho das famílias que habitam as residências. Imprevistos sempre ocorreram e são ocasionados principalmente por descuidos.

Embora sejam habituais, esses incidentes podem ser perigosos. E isso pode ocasionar lesões graves em pessoas próximas e danos materiais graves. As ocorrências variam desde pequenos machucados a até mesmo situações que levem à morte.

Os cuidados necessários devem ser todos tomados para diminuir as chances de qualquer episódio desse tipo. Caso contrário, qualquer casa pode fazer parte das estatísticas. Até porque os números de casos chegam a ser assustadores e preocupantes.

As vítimas podem ser de qualquer idade. Mas, em grande maioria, costumam ser as mais fracas e incapazes de se cuidarem sem auxílio ou supervisão. E essas são justamente as crianças pequenas e pessoas idosas.

Os números dos acidentes domésticos

Os dados disponibilizados apontam que os acidentes domésticos são, atualmente, responsáveis por cerca de 5 mil mortes de crianças por ano no Brasil. A faixa etária até os 14 anos, no entanto, representa cerca de 41,5% das vítimas desse tipo de ocasião. Deste número, 80% dos casos envolve crianças até os 5 anos de idade.

Ainda percebe-se que os acidentes que acontecem em casa representam 36,4% das ocorrências envolvendo crianças. Além disso, em torno de 22% dos casos ocorre nas escolas. Outros 11% são ao ar livre.

Outro dado alarmante é o de pessoas que precisam de atendimentos médicos. Cerca de 119 mil crianças vítimas de acidentes domésticos são hospitalizadas todos os anos. Isso gera grande preocupação para a saúde pública.

Causas dos acidentes domésticos

Os acidentes domésticos podem ocorrer principalmente pela falta de cuidado de pessoas responsáveis. E a lista de causas é enorme:

  • Objetos pequenos, como brinquedos;
  • Coisas que ficam pela casa e de fácil acesso para crianças;
  • Produtos de limpeza que estejam próximos de crianças e fora de suas embalagens originais;
  • Alguns animais de estimação;
  • Plantas e Flores perigosas;
  • Objetos quentes;
  • Cabos de panelas no fogão;
  • Tomadas elétricas desprotegidas;
  • Produtos elétricos em contato com água;
  • Armas de fogo em casa facilmente acessíveis;
  • Chãos escorregadios;
  • Cadeira impróprias para crianças;
  • Camas e berços inadequados e desprotegidos;
  • Objetos afiados como facas e tesouras;
  • Falta de ventilação adequada e segura.

Consequências dos acidentes domésticos

Tudo isso, se não for evitado com atenção, pode levar a asfixia, intoxicações, alergias, queimaduras graves de graus variados, choques elétricos perigosos, lesões por armas de fogo, afogamentos e quedas graves.

As crianças ainda podem machucar a cabeça e quebrar braços ou pernas. Outra possibilidade são cortes por objetos afiados e incêndios. E essas consequências podem variam de tamanho. Mas todas prejudicam qualquer pessoa que não tome os cuidados necessários para evitá-las.

Como evitar os acidentes domésticos

Esses acidentes domésticos podem ser evitados se todas as medidas adequadas forem tomadas com extrema atenção e consideradas com seriedade. Proteger todos os locais onde as crianças ficam é essencial. Impeça o contato dela com objetos perigosos. E diminua o risco de acidentes cuidando da limpeza e das boas condições da casa.

Esconder objetos perigosos, cuidar para que o ambiente esteja seguro e não ofereça riscos de quedas e outros não garante totalmente a segurança das pessoas que residem na casa. Mas isso contribui para diminuir de casos graves que podem até mesmo levar à morte.

Por fim

Agora que já sabe o que fazer, o próximo passo é colocar tudo em prática. Certamente, você quer garantir que aqueles que ama estejam bem.

Basta aumentar a vigilância e os cuidados para evitar esses acidentes domésticos. Depois, é só curtir a família pelo máximo de tempo que puder.

Se gostou das dicas, compartilhe esse artigo com seus amigos, familiares, vizinhos e todos que conhece. Afinal, é sempre bom ser lembrado da importância desses alertas, não?

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Então, clique nos links a seguir e confira agora mesmo o nosso BLOG e nos acompanha através do FACEBOOK e INSTAGRAM, pois nossas dicas podem fazer a diferença!

Palavras-chave: acidentes domésticos, números dos acidentes domésticos, acidentes domésticos no Brasil, causas dos acidentes domésticos, consequências dos acidentes domésticos, como evitar acidentes domésticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*