Acidentes domésticos é uma questão de saúde pública e também é um problema que deveria ser debatido com maior frequência. Além disso, é um dos maiores causadores de lesões, ferimentos e até mesmo mortes de idosos e crianças.

No entanto, é um assunto que acontecem todos os dias ocasionando em mortes, mas mesmo assim não é debatido de forma correta e o que mais agrava a situação é que não é criada a conscientização adequada para evitar esses tipos de acidentes e diminuir o número de lesões e mortes por conta disso.

Pensando na forma como acidentes domésticos acontecem diariamente e os números crescem a cada ano. Iremos abordar formas de como se proteger de acidentes domésticos com o intuito de evitar e transmitir maior conscientização das pessoas com relação a esse assunto tão delicado e que merece maior atenção.

Acidentes domésticos são tão comuns como muita gente pensa, por exemplo, quedas, queimaduras, choques elétricos, cortes, afogamento e entre outras situações que nos colocam em perigo acontecem diariamente, por isso saber formas de como se proteger de acidentes domésticos é fundamental para diminuirmos esse risco.

Em casos de queimaduras, por exemplo, é necessário dar uma atenção especial e isso vale tanto para crianças quanto para os idosos. Isso porque fogão, objetos quentes, forno e outros produtos químicos como o álcool pode ocasionar em um incêndio e além de queimaduras que podem se tornar graves ferimentos dependendo do grau.

É fundamental manter qualquer coisa que possa levar a queimaduras longe do alcance das crianças e idosos e adultos devem tomar uma atenção maior, sempre quando for mexer em objetos quentes, por exemplo, deve-se usar luvas para evitar queimaduras.

Outras formas de se proteger de acidentes domésticos como quedas, é importante manter longe da passagem objetos pequenos e até mesmo ter uma boa organização na casa para evitar que as pessoas tropecem e também pisos escorregadios que podem causar quedas muitas vezes graves.

Deve-se tomar cuidado, principalmente, em cômodos como o banheiro e a cozinha onde as probabilidades de ocorrerem quedas são muito maiores do que nos demais cômodos de uma casa.

Intoxicação também um dos tipos mais comuns de acidentes domésticos, por isso tomar cuidado com o que está se alimentando também é importante. E outro fator que ocasiona na intoxicação são produtos químicos tais como os produtos comuns de limpeza que temos em casa pode ocasionar em intoxicação e também em alergia que é outro tipo de acidente doméstico.

Portanto, uma forma para evitar intoxicações e alergias, especialmente, quando se trata de crianças já que são as mais afetadas por esse tipo de acidente. É evitar deixar ao alcance de crianças ou utilizar determinado produto na presença das crianças e isso também é valido para adultos e idosos. Dessa forma, é possível evitar intoxicações e também alergias no futuro

Outro tipo de acidente doméstico muito comum é afogamento, por isso existem formas para evitar esse tipo de acidente. Evite deixar crianças menores de 9 anos, sem um acompanhamento de um responsável e procure deixá-la coberta sempre que possível. Pois você não estará evitando apenas o acidente, como também se prevenindo como doenças como a dengue e o zika vírus.

Tomadas, fios, aparelhos eletrônicos podem levar a choques elétricos e dependendo do grau de descarga é possível ocasionar morte e inclusive, é um dos tipos mais comuns de acidentes domésticos que afetam crianças, idosos e adultos por falta de cuidado.

É importante evitar deixar fios soltos e sempre que mexer em um aparelho eletrônico estar com algum calçado e se for mexer na fiação é recomendável utilizar luvas especificas para não passar nenhuma descarga elétrica.

Como você pôde observar todo cuidado é pouco e é preciso adequar a casa para idosos e crianças, por exemplo, se você tem crianças pequenas em casa é fundamental que coloque telas e barreiras em janelas para proteger de quedas em lugares de maiores riscos.

Em casos de idosos, onde acontecem maiores quedas são em cômodos como o banheiro, por isso, adequar colocando barras para maior locomoção também podem ser vistas como formas de se proteger de acidentes domésticos.

Vale ressaltar que é preciso sempre estar atento a possíveis riscos que qualquer pessoa pode ter dentro de casa e procurar soluções para impedir que acidentes domésticos continuem acontecendo e ocasionando em lesões, ferimentos e em casos mais graves, podendo levar a morte.

Seguro Residencial é fundamental para se proteger de acidentes domésticos

 

Uma das melhores formas de como se proteger de acidentes domésticos é contratar um seguro residencial oferecem diversos tipos de cobertura que tem como intuito proteger o patrimônio de uma pessoa contra acidentes ou situações como incêndios, desabamentos, explosões e até mesmo em casos em que raios possam atingir a sua residência causando maiores prejuízos para o morador ou moradores.

Na cobertura básica o seguro residencial pode oferecer os seguintes serviços: atuação ativa do corpo de bombeiros e da defesa civil; reparos elétricos; reparos hidráulicos; instalações; etc.

Dependendo da seguradora escolhida pelo interessado também é possível que prestem serviços como planta da localização do imóvel, identificação do imóvel e contrato de financiamento, se essa foi a opção inicial do morador ou moradores da residência.

A cobertura especial e/ou adicional (depende de como a seguradora se refere) tem como intuito a cobertura básica e outros serviços prestados como em casos de roubo, furtos e assaltos dentro de sua residência.

 No entanto, o seguro pode garantir a reposição dos bens perdidos em forma de dinheiro. Porém, é necessária uma comprovação do ocorrido como, por exemplo, o boletim de ocorrência e notas fiscais para comprovar a presença de determinados objetos roubados em sua residência.

Vale ressaltar que o valor calculado para a indenização ou reembolso para o segurado vai de acordo com o metro quadrado de sua residência e o estilo de construção que ela possui, o mesmo vale para casos de incêndios, independentemente se a perda da residência for total ou parcial.

Um fato interessante é que se caso for do interesse do segurado, ele pode comprar mais de uma apólice para a sua residência, mas isso não indica que o valor será redobrado, apenas será pago pelos dois seguros escolhidos.

Ter um seguro residencial é muito mais do que receber apenas indenização ou prejuízos em relação a danos em sua residência, mas também significa ter maior segurança e proteção de seu patrimônio e também de toda a sua família. Além disso, é extremamente fundamental para se proteger de acidentes domésticos.

É importante que antes do morador ou condômino contratar um seguro residencial para a proteção do patrimônio particular, deve-se levar em consideração as suas necessidades e mais que isso, prestar atenção no que consta o contrato e também a apólice para evitar situações inesperadas.

No entanto, podemos dizer que existem diversas formas de como se proteger de acidentes domésticos e devem ser colocadas em práticas. Mas para isso, é fundamental que você entenda a real importância desse assunto e se conscientize e também procure conscientizar outras pessoas de como é importante para evitar acidentes que ocorrem todos os dias e matam milhões de pessoas somente no Brasil.

Por isso, seja consciente e fique atento aos detalhes para cuidar daqueles que você tanto ama e proteja-se de acidentes domésticos para evitar que desastres aconteçam. Siga as dicas e conscientize aqueles que você ama da melhor forma possível que é proteger, amar e cuidar. Nós do Prevenir em casa” nos preocupamos com o seu bem-estar e de sua família.

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Então, clique nos links a seguir e confira agora mesmo o nosso BLOG e nos acompanha através do FACEBOOK e INSTAGRAM, pois nossas dicas podem fazer a diferença!

2 thoughts on “Como se proteger de acidentes domésticos


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*