Acidentes domésticos mais comuns

Acidentes domésticos mais comuns

Acidente doméstico é algo que está presente todos os dias em nossas casas. Apesar de ser um fato que acontece diariamente, as pessoas ainda não dão a devida atenção para esse assunto tão delicado e que devia ser debatido de maneira adequada para evitar novos acidentes a cada dia.

No entanto, os que mais sofrem por conta de acidentes domésticos são os idosos e as crianças com até 9 anos de idade. Por mais cuidado que é tomado ou por campanhas que são feitas, ainda não são o suficiente para conscientizar as pessoas de que muitas mortes tidas como acidentais são causados por acidentes domésticos.

Pensando nesse assunto e como forma de conscientização, iremos listar os tipos de acidentes mais comuns. Veja a seguir:

  • Asfixia

Geralmente mortes ou acidentes causados por asfixia acomete as crianças menores de 9 anos, mas também que isso ocorra com idosos, porém, com uma frequência muito menor. Por isso, é importante evitar deixar objetos pequenos fora do alcance das crianças e entre outras coisas como cordas, lenços e coisas que possam levar a asfixia.

  • Intoxicações

É importante ter a conscientização que a intoxicação pode ser tanto alimentar quanto com produtos químicos e ocorre com maior frequência em crianças. Vale dizer que é fundamental que preste atenção nos alimentos ingeridos, mas principalmente, evitar deixar produtos químicos em ambientes fechados e longe de crianças e também de idosos que necessitam de maior atenção.

  • Quedas

Uma das maiores causas frequentes de mortes ou de acidentes domésticos graves envolvendo idosos e também as crianças. Pesquisas comprovam que cerca de 90% dos acidentes domésticos são causados por quedas graves.

  • Afogamentos

Afogamento também é um tipo de acidente doméstico e trazem um risco maior para as crianças pequenas. Se por acaso, você tem uma piscina ou banheira em casa, evite deixá-la com água e procure mantê-la sempre coberta. Além disso, serve para outro tipo de conscientização como a dengue e o zika vírus, por exemplo.

  • Queimaduras

A queimadura através de acidentes domésticos é tão comum quanto como as quedas acontecem e podem ocorrer com frequência tanto em crianças como em idosos. Por conta disso, é importante evitar tocar em panelas e outros objetos quentes e também em fornos com a temperatura alta.

Além disso, é importante manter crianças fora de locais com o fogo alto ou objetos quentes para evitar as queimaduras e até mesmo em contato com álcool e outros produtos que podem ocasionar queimaduras, em casos mais graves, incêndios.

  • Objetos afiados e/ou cortes

Esse também pode ser considerado um dos tipos de acidentes domésticos mais comuns e que podem acometer riscos maiores para crianças.

Deve-se evitar manter objetos pontudos e afiados ao alcance das crianças. Uma dica é procurar manter um local especificamente para isso e de forma organizada.

No caso dos idosos, é fundamental fazer com eles consigam manusear de forma correta e com firmeza. Caso não consiga por conta de alguma dificuldade ou pela possível facilidade em se cortar, é importante manter longe dos idosos também.

  • Alergias

A alergia também pode ser considerada como um tipo de acidente doméstico, é importante ressaltar que as pessoas descobrem que tem algum tipo de alergia após passar pela situação de perigo.

Por isso, ao perceber qualquer sinal e reação estranha no corpo em relação a algum produto ou qualquer outra coisa, é recomendável ir a um alergista para obter maiores informações sobre a intolerância a determinada coisa.

  • Choques Elétricos

É também conhecida como uma das maiores causas de um acidente doméstico e não fica restrito a faixa etária, podendo afetar crianças, idosos e adultos.

Sempre quando for utilizar algum aparelho eletrônico é fundamental que os desligue antes e também que procure evitar mexer com os pés descalças e utilize luvas especificas para concretizar o serviço.

 Além disso, é importante evitar deixar alguma fiação solta e fora do alcance, especificamente, das crianças para não ocorrer acidentes elétricos.

Acidentes domésticos podem levar a morte!

 

Segundo dados que foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 75% de lesões sofridas por idosos são causadas por conta de acidentes domésticos que podem levar a morte.

No entanto, são necessários cuidados redobrados em banheiros e cozinhas que são os cômodos que possuem maior fácil acesso para quedas e outros tipos de acidentes ocasionando em lesões, machucados (permanentes ou não) e em casos mais graves, levando a morte.

Além disso, é importante ficar atento também a disposição dos móveis na casa, evitando pisos escorregadios, obstáculos que possam atrapalhar a passagem e principalmente, objetos pequenos. Deve-se fazer a disposição de forma que possa facilitar a acessibilidade dos idosos na circulação da casa.

Ainda é preciso dizer que acidentes domésticos não fica restrito a apenas idosos, muitas crianças também correm o risco de sofrer um acidente doméstico.

Uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Pediatria revela que cerca de 5,3 milhões de crianças com até 9 anos de idade morrem por ano no Brasil por causa de acidentes domésticos e a causa são diversas podendo ser: quedas, queimaduras, afogamentos, choques elétricos, etc.

No entanto, existem cuidados que podem e devem ser feitos para evitar possíveis acidentes envolvendo criança como, por exemplo, objetos pequenos que são uma das maiores probabilidades de acidentes envolvendo asfixia.

É importante manter objetos pequenos, fios longe das crianças. Além de fogão, forno e outros produtos químicos que podem ocasionar em queimaduras e em casos mais graves, podendo levar a um incêndio.

Como já foi dito, um dos acidentes domésticos mais comuns e que acometem idosos e crianças também são as quedas, por isso sempre procurar manter obstáculos, objetos pequenos fora da passagem e também em uma altura onde a criança não consiga alcançar para evitar que ela se engasgue e outros problemas que possam vir a surgir.

Outra dica que pode ser dada para os pais ou responsáveis pelas crianças é observar cada brinquedo comprado ou ganhado para as crianças e comprar os que são recomendados para as respectivas idades. Com isso, pode-se evitar acidentes ou até futuros acidentes que possam ocorrer.

Além disso, crianças tendem a querer explorar o mundo, pois para elas tudo é novo e é explicado pela psicologia que sempre querem colocar tudo na boca de forma que possa explorar e entender o que é determinada coisa, ou seja, estão explorando tudo o que podem ao seu redor.

Por isso, é importante que os responsáveis sempre estejam atentos com os possíveis detalhes e vigiando os seus filhos para saber o que estão fazendo e o que estão colocando na boca, por exemplo.

Vale ressaltar que para evitar acidentes domésticos envolvendo crianças deve-se prestar atenção nos brinquedos e também em coisas que podem levar a um acidente como produtos químicos e de limpeza, piscina, objetos pontudos ou quente e entre outras situações que possam colocar as crianças em risco.

Como você pôde ver acidentes domésticos são muito comuns e acontecem todos os dias levando a lesões, ferimentos e em casos mais graves, acaba ocasionando em mortes.

Por isso, podemos dizer que todo o cuidado é pouco e ter a conscientização é fundamental para darmos o primeiro passo e protegermos aqueles que nós tanto amamos prestando a atenção em detalhes para evitar que esses acidentes continuem a acontecer e nós da “Prevenir em casa” nos preocupamos com o seu bem-estar e de sua família.

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Então, clique nos links a seguir e confira agora mesmo o nosso BLOG e nos acompanha através do FACEBOOK e INSTAGRAM, pois nossas dicas podem fazer a diferença!

Palavras chave: Acidente doméstico, Asfixia, Intoxicações, Quedas, Afogamentos, Queimaduras, Objetos afiados e/ou cortes, Alergias, Choques , elétricos